Covid-19

Xangai flexibiliza restrições pela Covid-19 e começa a retomar atividades

Xangai começou a retomar nesta quarta-feira (1º) de maneira lenta suas atividades, após o governo local flexibilizar as restrições por conta do maior surto de Covid-19 desde o início da pandemia na China, que teve a cidade como epicentro.

Moradores estavam em confinamento havia cerca de dois meses, o que também provocou um duro golpe para a economia da China. Nesta quarta-feira, os moradores foram autorizados a retornar aos locais de trabalho, mas com a obrigatoriedade de passar por leitores de códigos QR para provar que não têm Covid. O metrô e os transportes públicos voltaram a funcionar na cidade.

Nos últimos dias, algumas medidas já haviam sido flexibilizadas devido à queda expressiva dos casos de Covid-19, mas os moradores só estavam autorizados a sair de casa por algumas horas ao dia, e apenas nos bairros sem infectados. Os habitantes da cidade se reuniram em pequenos grupos para conversar nos parques e os funcionários de lojas e mercados se prepararam para receber os clientes.

“Este é o momento que esperávamos há muito tempo”, comemorou o governo municipal de Xangai nas redes sociais. O retorno total à normalidade, no entanto, ainda não é completo, e mais de meio milhão de pessoas continuam submetidas a restrições severas.

Os centros comerciais, supermercados, farmácias e salões de beleza podem funcionar apenas com 75% de sua capacidade. Academias e cinemas continuam fechados em sua maioria e a reabertura das escolas será examinada caso a caso.

About the author

Avatar

Nossa Radio USA - News

Add Comment

Click here to post a comment