Esportes

Violência no futebol mexicano

Imagen Radio nesta segunda (7), a secretária de governo Guadalupe Murguía afirmou que ainda há sete pessoas hospitalizadas, sendo quatro com traumatismo cranioencefálico e uma em estado muito delicado.

Mauricio Kuri, governador de Querétaro, em declaração à emissora mexicana Televisa negou que esteja escondendo mortes de torcedores do Atlas e de Querétaro e reforçou que os envolvidos serão punidos. Segundo a imprensa mexicana, alguns dos agressores já foram localizados.

”Como dizem que não é verdade, que estamos escondendo os mortos? O que eu ganho? Isso me enche de indignação e raiva. O que eu falei é sério. Nós vamos atrás dos agressores”, comentou o governador.

Kuri anunciou também a suspensão da empresa de segurança privada Grupo de Seguridad Élite K9, contratada para a partida entre Querétaro e Atlas. Cinco funcionários envolvidos também foram afastados por não cumprirem os protocolos estabelecidos. No sábado, seguranças do Querétaro teriam aberto portões para torcedores que iniciaram a briga.

A confusão começou no segundo tempo, quando a torcedores do Querétaro, que perdia o jogo por 1 a 0, invadiram o setor em que os torcedores do Atlas estavam. A briga, que começou na arquibancada, invadiu os gramados, quando se iniciou a batalha campal. Por conta do episódio, a Liga Mexicana anunciou a suspensão do restante da rodada.

 

Sobre autor

Avatar

Nossa Radio USA - News

Add Comentário

Click here to post a comment