Bem Estar

Saiba mais sobre alergias e livre-se delas

Você sabia que a alergia nada mais é do que resultado do funcionamento exacerbado do sistema imunológico? Para manter-se saudável, o corpo humano possui um sistema de alerta que é acionado sempre que algum agente estranho tenta penetrá-lo. Desta forma, quando, por exemplo, o vírus da gripe entra em contato com o seu organismo ocorre a chamada resposta imune, ou seja, os anticorpos entram em ação para evitar que a doença se instale.

Pessoas mais propensas a ter alergias tem o sistema imunológico mais sensível do que o normal e, por isso, substâncias que parecem inofensivas à saúde como poeira, ácaros, pólen das flores, e até mesmo os pelos dos animais podem desencadear uma resposta imune. Os alérgenos como mofo, ácaro, pólen, medicamentos ou alimentos fazem com que uma pessoa alérgica, quando entra em contato com o seu respectivo alérgeno, apresentem sintomas como coriza, tosse, lacrimejamento, irritação na pele.

Assim como cada um tem sua própria personalidade, as alergias também variam de pessoa para pessoa. Somente com uma avaliação médica especializada e a realização de testes alérgicos é possível identificar a causa da alergia e iniciar o tratamento mais adequado.

Para evitar as crises alérgicas você deve seguir as orientações médicas, tais como: utilizar umidificadores de ar, manter o ambiente sempre limpo e arejado e evitar ao máximo o contato com os agentes causadores do seu tipo de alergia são a melhor forma de reduzir os sintomas. Trocar a roupa de cama semanalmente; cubrir os travesseiros e colchões com capas anti-ácaros; evite travesseiros e edredons de penas; retire cortinas, carpetes, tapetes, livros e bichos de pelúcia do quarto do alérgico; não fume e evite ficar próximo a fumaça do cigarro; limpe ventiladores e aparelhos de ar-condicionado  regularmente para evitar o acúmulo e propagação de microorganismos. Essas outras  medidas para reduzir os locais para acúmulo de ácaros, fungos e microorganismos.

Tipos de alergias:

Respiratórias– Rinite, asma, sinusite e bronquite são os tipos mais comuns de alergia respiratória. Nestes casos, ácaros, fungos, produtos de limpeza ou perfumes com cheiros fortes, mudanças bruscas de temperatura, pelos de animais e fumaça de cigarro são os principais fatores desencadeantes de crise. Os sintomas variam de coceira nos olhos, nariz, e garganta; chiado no peito; congestão nasal; coriza e tosse à falta de ar e dor de cabeça;

Cutâneas- Existem substâncias químicas em cosméticos, bijuterias e produtos de limpeza que podem ocasionar alergia em algumas pessoas, gerando irritação, coceira e ardência na pele;

Alimentares- Crustáceos, cereais, amendoim, laticínios e ovo são os alérgenos mais comuns. Quando, por exemplo, um alérgico a camarão ingere este alimento pode ocorrer coceira pelo corpo, vômito, dificuldade para respirar e inchaço do rosto.

 

 

Sobre autor

Avatar

Nossa Radio USA - News

Add Comentário

Click here to post a comment