América Destaques Notícias

Polícia do Canadá identifica suspeitos de terem matado 10 em ataque com faca

A polícia do Canadá afirmou neste domingo (4) que identificou dois suspeitos de terem executado um ataque que deixou pelo menos dez pessoas mortas e outras 15 feridas por esfaqueamentos em 13 locais na província de Saskatchewan.

Os suspeitos foram identificados como Damien Sanderson e Myles Sanderson. As autoridades informaram que eles foram vistos pela última vez viajando em um automóvel Nissan Rogue preto na cidade de Regina, cerca de 320 km ao sul do local onde ocorreram os ataques.

A polícia divulgou fotos e descrições dos suspeitos, mas não há mais informações sobre eles.

“Algumas das vítimas podem ter sido escolhidas, e outras podem ser aleatórias. Assim, falar sobre um motivo seria extremamente difícil neste momento”, declarou Rhonda Blackmore, comandante da Polícia Montada Real Canadense de Saskatchewan, em coletiva de imprensa. Pode haver outras vítimas feridas que se transportaram para vários hospitais.

Os esfaqueamentos repercutiram em todo o Canadá, que não está acostumado a ataques de violência em massa. Esse tipo de ocorrência é mais comumente visto na fronteira sul dos Estados Unidos.

“Não há palavras para descrever adequadamente a dor e a perda causadas por essa violência sem sentido. Todos em Saskatchewan estão de luto com as vítimas e suas famílias”, publicou o primeiro-ministro de Saskatchewan, Scott Moe, no Twitter.

Os esfaqueamentos foram relatados no início da manhã e às 8h20, horário local, a polícia emitiu um alerta de pessoas perigosas em toda a província. À tarde, alertas semelhantes também foram emitidos nas províncias vizinhas de Saskatchewan, Alberta e Manitoba.

Um alerta da polícia emitido pouco depois do meio-dia disse que os criminosos poderiam estar em Regina, uma das maiores cidades da província, onde uma grande presença policial já foi mobilizada por causa de um jogo de futebol canadense no Estádio Mosaic, perto do centro da cidade.

No entanto, Blackmore disse que não se sabe para onde os suspeitos podem estar indo ou se eles mudaram de veículo. “É horrível o que ocorreu em nossa província hoje”, concluiu, chamando os ataques de um dos maiores, se não o maior, da história recente na província.

Os boletins da polícia pediram às pessoas que denunciassem quaisquer pessoas suspeitas e tomassem precauções, incluindo abrigo no local, enquanto alertavam contra pegar carona ou se aproximar de pessoas suspeitas.

“Não deixe um local seguro. Tenha cuidado ao permitir que outras pessoas entrem em sua residência”, informa um comunicado.

Um porta-voz da Autoridade de Saúde de Saskatchewan disse em comunicado que o departamento pediu funcionários adicionais para ajudar a atender as vítimas.

Sobre autor

Nossa Radio USA - News

Nossa Radio USA - News

Add Comentário

Click here to post a comment

EnglishPortuguese