Flórida Destaques

O governador da Flórida apoia projeto de lei ‘Don’t Say Gay’

O projeto de lei que quer proibir a discussão de orientação sexual e identidade de gênero nas escolas primárias do estado conta com o apoio do governador da Flórida, Ron DeSantis.

Ele disse a repórteres durante um evento em Miami, esta semana, que era “totalmente inapropriado” que os professores conversassem com os alunos sobre identidade de gênero. O governador também afirmou que “as escolas precisam ensinar as crianças a ler, a escrever, além de ciência e história.” DeSantis também disse que a população “precisa de mais senso cívico e compreensão da Constituição dos EUA.” Ela ainda acrescentou que “o maior problema com tudo isso é que os pais devem se sentar à mesa quando se trata do que está acontecendo nas escolas dos filhos”.

Embora DeSantis não tenha se comprometido a assinar o projeto de lei chamado “Don’t Say Gay” (Não Diga Gay), essa foi a primeira vez que o governador republicano sinalizou o apoio dele à medida desde que foi proposta pela Câmara dos Deputados do estado no mês passado.

Os defensores do projeto argumentam que as discussões sobre questões LGBTQ “não são apropriadas para a idade dos alunos.” Mas os opositores da medida alegam que o projeto seria prejudicial à saúde mental das crianças e professores LGBTQ do estado, impedindo que eles falem abertamente sobre si mesmos e as famílias deles.

De acordo com um estudo de 2021 do The Trevor Project, grupo LGBTQ de prevenção ao suicídio e intervenção em crises, 42% dos mais de 35 mil jovens LGBTQ pesquisados consideraram seriamente tentar o suicídio no ano passado.

O grupo de defesa Equality Florida argumentou que o governador está “usando a legislação anti-LGBTQ como um trampolim para ambições políticas nacionais e infligir danos aos mais vulneráveis do estado para fortalecer a base extremista dele.”

Quatro estados dos EUA – Texas, Oklahoma, Louisiana e Mississippi – têm leis semelhantes à medida proposta na Flórida. Outros três estados – Arkansas, Tennessee e Montana – aprovaram leis no ano passado que permitiriam aos pais optar por não participar de aulas ou cursos que mencionem orientação sexual ou identidade de gênero.

Simultaneamente, sete estados – Califórnia, Colorado, Connecticut, Illinois, Nevada, Nova Jersey e Oregon – têm leis que exigem que o currículo inclua o assunto LGBTQ, nas escolas.

Sobre autor

Avatar

Nossa Radio USA - News

Add Comentário

Click here to post a comment

EnglishPortuguese