Auto

Novo Mercedes Classe A 2023 usa impressão digital para dar a partida no Brasil

Confira as mudanças visuais do Mercedes Classe A para 2023 no Brasil.

Tanto o hatch quanto a versão sedã, que segue à venda apesar de não ter feito o sucesso esperado, receberam uma nova grade dianteira com um padrão de estrelas em sua trama.

Também escalaram novas rodas, novo difusor no para-choque traseiro e faróis de led de série em todas as versões, o que já era uma realidade no Brasil.

Por dentro estão mantidas as telas de 7 polegadas para o quadro de instrumentos e 10,25 polegadas para a central multimídia, podendo ambas terem este mesmo tamanho.

Muda o software, porém, para um mais intuitivo e capaz de aprender padrões do usuário, algo já disponível em Mercedes lançados recentemente.

O sensor de impressão digital para reconhecimento do motorista, porém, é uma novidade absoluta do novo Mercedes Classe A.

É por meio do reconhecimento biométrico que o carro autoriza a partida e ajusta suas configurações para o gosto do usuário.

O que realmente muda é o volante, com braços horizontais duplos, revestidos de couro. Mas agora há opção de materiais recicláveis de 65 a 100% para o revestimento de toda a cabine.

A lista de equipamentos de série foi reforçada, pelo menos para mercados onde câmera de ré e mais do que duas portas USB não faziam parte do pacote básico. O banco do motorista ainda ganhou ajuste lombar de série.

Há evoluções, também, no assistente de permanência em faixa, que estaria mais natural, e no sistema de estacionamento automático que passa a aceitar vagas longitudinais.

Quanto aos motores, agora todas as opções têm algum nível de eletrificação, independente de usarem os câmbios de dupla embreagem com sete ou oito marchas. Esse auxílio é de um sistema híbrido leve, um motor/gerador de 48V capaz de contribuir com 14 cv extras em determinadas situações para aumentar a eficiência ou até mesmo para manter a velocidade constante enquanto o motor a combustão é desligado.

Em resumo, os motores disponíveis são o quatro-cilindros 1.3 em versões de 136 cv (A 180) ou 163 cv (A 200), o 2.0 com 190 cv (A 220) ou 224 cv (A 250 4MATIC), e o A 250, híbrido plug-in, conserva os 218 cv.

A linha AMG dos Classe A continua sendo representada pelos A35 4MATIC (sedã e hatch, com 306 cv) e A45 S 4MATIC (apenas o hatch, com 421 cv), que podem se diferenciar pelo desenho de algumas novas rodas, nova base do para-choque e pelas lanternas traseiras redesenhadas.

Certamente, um carro Mercedes seja no Brasil ou nos EUA, continua sendo um sonho de consumo da maioria dos brasileiros amantes das quatro rodas.

Sobre autor

Nossa Radio USA - News

Nossa Radio USA - News

Add Comentário

Click here to post a comment

EnglishPortuguese