Massachusetts Destaques

Nova lei de Massachusetts deve acabar com filas de espera por tratamento de saúde mental infantil

Uma nova legislação sancionada, na quarta-feira (10), visa finalmente proporcionar alívio às crianças presas em departamentos de emergência de hospitais para tratamentos de saúde mental.  Essa demanda só deve piorar à medida que as crianças voltarem para as salas de aula, no próximo mês. Agora, com a nova lei, o Estado deve intervir para ajudar esses pacientes.

“Chega de ficar sentado por 60 dias, você sabe, 40 dias enquanto os adultos tentam descobrir quem vai pagar e para onde essa criança deve ir”, disse a senadora estadual Cindy Friedman (D-Arlington), que foi uma força motriz por trás a nova lei projetada para ajudar crianças presas em departamentos de emergência por dias, semanas, até meses, esperando por um leito de saúde mental. É um problema conhecido como “embarque ED”.

Será criado um portal online dentro da nova lei para ajudar os trabalhadores do pronto-socorro a encontrar leitos disponíveis e dar ao estado um prazo de cinco dias para elaborar um plano para tirá-los do pronto-socorro.

“Se você tem um ente querido, se você tem uma criança sentada em uma sala de emergência e ela está lá por mais de cinco dias, o que é bastante, agora você tem a capacidade de reunir os Serviços Humanos e o Departamento de Educação em uma situação de emergência para retirar essa criança do departamento de emergência”, disse Friedman.

Atualmente, 72 crianças estão internadas em departamentos de emergência em Massachusetts. Espera-se que o número aumente muito com à volta aulas. Segundo Friedman, a lei está muito atrasada. Outra peça importante dessa legislação histórica fará cumprir uma lei que exige das companhias de seguros cobertura igual para cirurgia e cuidados de saúde comportamental, o que é ignorado até o momento.

Sobre autor

Avatar

Nossa Radio USA - News

Add Comentário

Click here to post a comment