Flórida América

Morador da Flórida se declara culpado por participar da invasão ao Capitólio

Robert Flynt Fairchild Jr., 40, morador de Orlando, se declarou culpado nesta quarta-feira, 11, de uma acusação de desordem civil no tribunal federal do Distrito de Columbia. Ele foi flagrado invadindo o Capitólio durante a insurreição do dia 6 de janeiro de 2021. Fairchild, que foi preso em Orlando, em agosto do ano passado, pode pegar até cinco anos de prisão. A sentença será dada durante uma audiência marcada para o dia 22 de agosto.

Robert Flynt Fairchild Jr

De acordo com documentos obtidos pela justiça, Robert Fairchild se juntou a outros extremistas que se opunham à vitória do presidente democrata Joe Biden nas eleições de 2020 sobre o ex-presidente o republicano Donald Trump. Uma multidão atacou o Capitólio em 6 de janeiro de 2021, na tentativa de impedir o Congresso de certificar os resultados das eleições. Cinco pessoas morreram durante a invasão.

A queixa criminal diz que Fairchild estava no West Plaza do Capitólio e caminhou com uma multidão ao longo das barreiras impostas pela polícia. Os promotores disseram que ele fez várias tentativas de arrancar as barreiras dos policiais. Depois que a multidão moveu pelo menos duas barreiras, Fairchild entrou ilegalmente no Capitólio pela porta da ala do Senado.

Desde 6 de janeiro de 2021, mais de 800 pessoas foram presas em quase todos os 50 estados por crimes relacionados à invasão do Capitólio. Mais de 250 pessoas foram acusadas de participar da tentativa de golpe contra a democracia americana.

Anúncios