Massachusetts Imigração

Migrantes levados para Martha’s Vineyard abrem processo contra o governador da Flórida DeSantis

O grupo de imigrantes que desembarcou em Martha’s Vineyard na semana passada entrou com uma ação coletiva de direitos civis contra o governador da Flórida, Ron DeSantis, anunciaram os Advogados dos Direitos Civis na terça-feira (20).

Em um comunicado, a LCR chamou a realocação dos migrantes de DeSantis de “esquema fraudulento e discriminatório para transportar quase 50 imigrantes vulneráveis, incluindo mulheres e crianças, de San Antonio, Texas, para Martha’s Vineyard, sem abrigo ou recursos no local”.

De acordo com a LCR, os migrantes foram alvejados e coagidos a embarcar em aviões e cruzar fronteiras estaduais sob falsos pretextos. A LCR alega que funcionários do estado, incluindo DeSantis, atacaram os imigrantes recentemente libertados de abrigos e fizeram falsas promessas relacionadas a trabalho, educação e moradia.

Além disso, a LCR disse que os migrantes forneceram itens como vales-presente do McDonalds de US$ 10 para “membros da classe que sofrem de insegurança alimentar crônica”.

O processo de direitos civis também alega que os migrantes não foram informados de que os aviões pousariam em Martha’s Vineyard e só receberam uma pasta vermelha incluindo um folheto intitulado “Benefícios para refugiados de Massachusetts” que estava cheio de informações falsas. Assim que os aviões pousaram na ilha de Martha’s Vineyard, os funcionários em questão cortaram o contato, segundo a LCR.

Sobre autor

Nossa Radio USA - News

Nossa Radio USA - News

Add Comentário

Click here to post a comment