Flórida Destaques Notícias

Jovem ‘Canibal’ que matou e mordeu rosto de vítima vai a julgamento na Flórida

Um jovem que assassinou um casal e mordeu o rosto de uma das vítimas em agosto de 2016 será julgado esta semana. Estudante da Florida State University na época dos assassinatos, Austin Harrouff, hoje com 25 anos, se declarou inocente por motivo de insanidade e renunciou a um julgamento com júri.

Na noite de 15 de agosto de 2016, Harrouff, então com 19 anos, foi aleatoriamente atrás de John Stevens, de 59, e sua esposa, Michelle Mishcon, de 53 , esfaqueando-os e espancando-os até a morte na garagem de sua casa em Tequesta, no condado de Palm Beach. Ele não conhecia as vítimas.

Ele também arrancou parte do rosto de Stevens e feriu um vizinho que tentou ajudar. A polícia o encontrou quase nu e mordendo o rosto do homem.

Na época, Harrouff afirmou que estava tentando escapar de um demônio. Os investigadores dizem que ele comprou cogumelos alucinógenos alguns dias antes do ataque, mas não encontraram vestígios da droga em seu sangue naquela noite.

Ele enfrenta duas acusações de assassinato em primeiro grau, juntamente com outras acusações.

Se o juiz Sherwood Bauer rejeitar a defesa de insanidade, Harrouff pega prisão perpétua. Se a defesa de insanidade prevalecer, ele será confinado a um hospital psiquiátrico até que não seja mais considerado uma ameaça.

“Eu me sinto péssimo, realmente não tenho palavras para explicar como me sinto”, disse o assassino. “É como um pesadelo. Eu nunca imaginei que isso aconteceria. Lamento profundamente a família que foi afetada. Espero que algo assim nunca mais aconteça.”

Os advogados de Harrouff devem demonstrar que ele teve um grande colapso mental que o tornou incapaz de entender suas ações ou perceber que estavam erradas.

O julgamento será em Stuart, uma hora de carro ao norte de West Palm Beach, e durará cerca de três semanas.

Sobre autor

Nossa Radio USA - News

Nossa Radio USA - News

Add Comentário

Click here to post a comment

EnglishPortuguese