Notícias Internacionais

James Caan, ator de ‘O poderoso chefão’, morre aos 82 anos

O ator James Caan, que interpretou Sonny Corleone em “O poderoso chefão” (1972), morreu na quarta-feira (6) aos 82 anos. A informação foi confirmada nesta quinta-feira (7) em post no perfil oficial do artista no Twitter. A causa da morte não havia sido divulgada até a última atualização desta reportagem.

“É com grande tristeza que informarmos a vocês a morte de Jimmy [apelido de James] na tarde de 6 de julho. A família aprecia as demonstrações de amor e condolências e pede que vocês continuem a respeitar a privacidade deles durante este período difícil”, diz o comunicado.

James Caan foi indicado ao Oscar de ator coadjuvante por seu papel como Sonny Corleone, o filho mais velho de Vito Corleone (Marlon Brando) no primeiro filme da trilogia. Ele também está no elenco do segundo filme da saga, lançado 1974.

Nascido em Nova York, Cann começou a atuar em peças de teatro fora do circuito da Broadway e estreou na TV série “Naked city” (1961). Seu primeiro papel no cinema foi em “Irma la Douce”, de Billy Wilder, de 1963.

Logo antes de “O poderoso chefão”, James Caan se destacou e foi indicado ao Emmy pelo filme “Glória e derrota” (1971).

O ator americano também ficou conhecido por filmes como “Louca obsessão” (1990), “Profissão: Ladrão” (1981) e “Rollerball: Os gladiadores do futuro” (1975).

Entre os filmes mais recentes em que ele, atuou estão “Dogville” (2003), “Um duende em Nova York” (2003) e “Agente 86” (2008), além da série “Las Vegas”. Seu longa mais recente é a comédia “Queen bees” (2021).

James Caan participou ainda do filme “Gun Monkey”, em fase de pós-produção e previsto para ser lançado em 2023, dirigido por Phillip Noyce. O elenco tem Pierce Brosnan e Morena Baccarin.

O ator deixa o irmão, Ronald; cinco filhos (entre eles, o ator Scott Caan); e quatro netos.

 

Sobre autor

Avatar

Nossa Radio USA - News

Add Comentário

Click here to post a comment