Flórida Destaques

Ex-boxeador olímpico é preso por comprar AK-47 e ameaçar atirar em academia de Miami

A polícia prendeu um ex-boxeador profissional nesta terça-feira (22) depois de dizer que ele ameaçou cometer um tiroteio em massa em uma academia de Miami e depois de ter comprado um AK-47 em uma loja de penhores em Opa-locka.

Azea Augustama, 39, conhecido como o “Assassino Haitiano”, competiu pelo Haiti nas Olimpíadas de Pequim em 2008 como boxeador meio-pesado. Ele atualmente reside em North Miami e trabalha como personal trainer.

De acordo com o relatório policial, Augustama teve sua matrícula canelada na academia “BOXR Gym” que fica no 1310 NE First Avenue no último dia 11 de novembro por entrar discussão verbal.

Depois de ligar para a polícia pedindo para recuperar os seus pertences dentro da academia, a polícia disse que Augustama lançou um discurso ameaçador nas redes sociais.

A polícia disse que ele postou uma foto do atirador da escola de Parkland em sua conta do Instagram, com uma legenda ameaçando atirar em várias pessoas, incluindo uma pessoa específica que ele garante que o acusou de “tocar em uma garota”, bem como na própria academia.

A polícia confirmou que ele enviou uma foto para a pessoa com quem ele discutiu na academia, dizendo ele seria o primeiro a ser atingido quando ele pegasse sua arma.

De acordo com o relatório, Augustama dirigiu até a Auto Pawn & Jewelry, localizada na 2170 Opa-locka Blvd., e fez um depósito de $ 150 para comprar um rifle AK-47. A polícia informou que o prendeu cerca de três horas depois.

O proprietário da academia BOXR, Mario Attalla, deu mais detalhes sobre o incidente que, segundo a polícia, provocou a fúria de Augustama.

“Acho que foi apenas um pequeno incidente dentro da academia, onde ele estava sendo muito rude com um dos treinadores que trabalham aqui e o treinador basicamente disse a ele ‘Olha, eu tenho uma aula acontecendo, tem gente aqui que só quer terminar o treinamento’”, disse Attalla. “Ele ficou um pouco chateado e agressivo, então tivemos que puxá-lo de lado e dizer ‘Olha, você não pode estar falando com pessoas assim’, e ele basicamente ficou com raiva.”

Attalla então confirmou que cancelaria a matrícula de Augustama, mas prometeu devolver o dinheiro ao ex-boxeador profissional. Augustama enfrenta duas acusações de ameaças escritas para cometer um tiroteio em massa e uma acusação de ameaça escrita para matar ou causar lesões corporais. Ele ficou detido no Turner Guilford Knight Correctional Center.

Sobre autor

Nossa Radio USA - News

Nossa Radio USA - News

Add Comentário

Click here to post a comment