América Destaques Notícias

Estrela do basquete dos EUA, Brittney Griner é solta na Rússia após troca com prisioneiro

A estrela do basquete norte-americano Brittney Griner foi libertada da prisão na Rússia em uma troca de prisioneiros com o traficante de armas russo Viktor Bout, disse uma autoridade dos EUA.

A atleta do Phoenix Mercury, da WNBA, está agora sob custódia de autoridades norte-americanas, retornando para os Estados Unidos, segundo o presidente Joe Biden.

“Momentos atrás, falei com Brittney Griner. Ela está em segurança, em um avião, de volta para casa”, escreveu Biden no Twitter.

O traficante Viktor Bout, apelidado de “Mercador da Morte”, é um ex-oficial militar soviético que cumpria uma sentença de 25 anos de prisão nos Estados Unidos sob a acusação de conspirar para matar americanos, adquirir e exportar mísseis antiaéreos e fornecer apoio material a uma organização terrorista.

Moscou criticou sua sentença em 2012 como “infundada e tendenciosa”, e Bout afirmou ser inocente.

Brittney Griner, que jogava por um time russo nos períodos fora da temporada regular da WNBA, estava detida desde fevereiro, quando foi presa sob a acusação de tráfico de drogas em um aeroporto na região de Moscou.

Apesar de seu testemunho, no qual afirmou que havia embalado inadvertidamente o óleo de cannabis encontrado em sua bagagem, ela foi condenada a nove anos de prisão no início de agosto, e foi transferida para uma colônia penal em Mordóvia em meados de novembro, depois de perder sua apelação.

A troca não incluiu Paul Whelan, outro norte-americano que o Departamento de Estado considera injustamente detido.

Ele é cidadão americano, irlandês, britânico e canadense e foi detido em um hotel de Moscou em dezembro de 2018 – as autoridades russas alegaram que ele estava envolvido em uma operação de inteligência.

Whelan foi condenado a 16 anos de prisão por acusações de espionagem, que negou veementemente.

Ele cumpria sua sentença em um campo de trabalhos forçados em Mordóvia, a oito horas de carro de Moscou, onde disse em junho de 2021, que passava os dias trabalhando em uma fábrica de roupas que chamava de “fábrica exploratória”.

Sobre autor

Nossa Radio USA - News

Nossa Radio USA - News

Add Comentário

Click here to post a comment

EnglishPortuguese