Brasil Notícias

Doria diz que voltará à iniciativa privada e que não pretende deixar o PSDB

O ex-governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta segunda-feira (13) que voltará à iniciativa privada no próximo mês, e que não pretende deixar o PSDB.

“Não vou sair do Brasil, não vou mudar do Brasil, continuarei aqui, voltando para o setor privado, da onde eu vim. A partir de agora, retorno à minha vida privada”, disse.
As declarações foram feitas em café da manhã com jornalistas, em um hotel na região da Avenida Paulista, no Centro da capital.

“Eu vim para a vida pública para ser um gestor, em 2016. Não sou um profissional da política, sou um gestor da política. Foi esse o papel que cumpri na Prefeitura de SP e também no governo do estado”, afirmou no encontro.

Doria disse que voltará ao Conselho do Lide, o grupo empresarial do qual é um dos fundadores, mas sem nenhuma função executiva e remuneração.

Durante pronunciamento, o ex-governador fez um balanço das suas gestões à frente da prefeitura da capital e do governo do estado.

“Se não tivéssemos iniciado a vacinação em janeiro de 2021, pelos algoritmos da ciência, teríamos mais de 300 mil mortos hoje. Todas as medidas que adotamos, mesmo as impopulares, se tivéssemos de fazer de novo, nós faríamos de novo para salvar vidas”, afirmou Doria.

Em maio, João Doria (PSDB) anunciou a desistência de sua pré-candidatura à Presidência. Ele enfrentava resistências internas no PSDB e de partidos da terceira via.

Doria foi escolhido como pré-candidato em eleição interna do partido ao derrotar o ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite .

A vitória na disputa interna gerou tensões com a ala do PSDB que defendia a candidatura de Leite.

Sobre autor

Avatar

Nossa Radio USA - News

Add Comentário

Click here to post a comment