Flórida América Covid-19 Destaques

DeSantis volta a negar se tomou reforço da vacina: ‘é um assunto privado’

O governador da Flórida, Ron Desantis, se recusou, mais uma vez, a dizer se tomou ou não a dose de reforço da vacina contra a covid-19. “Eu não vou deixar isso ser uma arma para as pessoas usarem contra mim. Acho que é um assunto privado”, respondeu ele aos repórteres durante entrevista coletiva em Sarasota.

A declaração de DeSantis veio poucos dias depois que o ex-presidente Donald Trump falou, sem citar nomes, que os políticos que se recusam a dizer se receberam a terceira dose da vacina são “covardes”. “Tipo,  a resposta é sim, mas eles não querem dizer isso. Porque são covardes”, provocou Trump.

Durante a entrevista, o governador , que tem 43 anos, afirmou que a FDA, recomendou que pessoas na faixa etária dele evitassem tomar a dose de reforço, mas que o CDC, mudou a orientação. “Acho que isso é baseado em política, não em ciência”, declarou. Nenhum dos dois órgãos comentou a declaração do político ainda. 

Desde o início da pandemia, DeSantis tem sido um crítico da exigência do passaporte vacinal e de medidas como lockdown e máscaras para conter a propagação do coronavírus. “Isso é algo que eu acho que as pessoas deveriam tomar suas próprias decisões”, disse ele. 

Ron DeSantis é uma estrela em ascensão no Partido Republicano e tem sido frequentemente mencionado como um possível candidato presidencial em 2024. Ele recebeu a dose única da vacina Johnson & Johnson em abril do ano passado.

Sobre autor

Avatar

Nossa Radio USA - News

Add Comentário

Click here to post a comment