Flórida Massachusetts Imigração

DeSantis envia imigrantes para Martha’s Vineyard em dois aviões fretados

Autoridades de Martha’s Vineyard, foram surpreendidas nesta quarta-feira (14), pouco depois das 5:00pm com a chegada de 50 imigrantes.

Eles chegaram em 2 aviões fretados pelo governador da Flórida, Ron DeSantis. Os imigrantes são refugiados venezuelanos. A maioria dos 50 são homens e mulheres com idades entre 25 e 35 anos. Entre eles, crianças de 10 a 12 anos com idades do ensino elementar.

A Fox News confirmou que os voos foram fretados por DeSantis. E revelou que os imigrantes entraram nos EUA via Texas. O diretor do Aeroporto de Martha’s Vineyards, Geoff Freeman, disse que a empresa da qual DeSantis fretou os aviões se chama Ultra Air Charters. Na chegada das famílias imigrantes, o chefe dos serviços comunitários do condado de Dukes, xerife Robert Ogden, reuniu os refugiados e disse “vamos cuidar de vocês”.

O jornal “Martha’s Vineyard Times” noticiou que os imigrantes foram levados em ônibus escolares para Martha’s Vineyard Regional High School. Depois eles foram se alimentar na Edgartown Pizza. Um pouco depois, os funcionários do Mocha Motts chegaram e ofereceram café aos 50 imigrantes.De lá eles foram levados para a igreja Andrews Church, do lado de fora da igreja os migrantes receberam teste de COVID e todos testaram negativo. Lá dentro da igreja eles receberam mais um lanche. A americana Barbara Rush disse que a igreja pode acomodar até 80 pessoas. O senador estadual Julian Cyr (D-Truro) reclamou dos governadores republicanos. “Isso é cruel, manipular as famílias que procuram uma vida melhor”.

Cyr foi além, ele acusou os republicanos de usarem “táticas racistas”. Cyr lembrou durante a guerra pelos direitos civis, que os segregacionistas convenceram 95 famílias de afro-americanos a se mudarem para Hyannis. “O que aconteceu foi que o povo de Hyannis ajudou as famílias e elas permaneceram no Cape Cod”.

O governador Charles Baker disse através de assessores que está monitorando a situação. Segundo o Martha’s Vineyard Times”, um dos refugidos disse que ele queria vir para as ilhas em busca de emprego. Outro venezuelano chamado Leonel disse que “não faz ideia onde ele está”.

Sobre autor

Nossa Radio USA - News

Nossa Radio USA - News

Add Comentário

Click here to post a comment