Esportes

Com gols de Bruno Fernandes seleção de Portugal bate o Uruguai e garante vaga para as oitavas

Em jogo bastante movimentado, Portugal venceu o Uruguai por 2 a 0 nesta segunda-feira, no estádio Lusail, pela 2ª rodada do Grupo H e garantiu a vaga antecipada para as oitavas de final da Copa do Mundo. O meia Bruno Fernandes teve atuação de gala e anotou os dois gols dos lusos na partida, ambos na segunda etapa. O resultado complicou bastante a vida dos uruguaios na busca pela classificação para a próxima fase. A Celeste, agora, é lanterna do grupo, com apenas um ponto.

Se Portugal pode comemorar a classificação antecipada nesta segunda-feira, muito se deve a Bruno Fernandes. O camisa 8 foi o grande nome do jogo e anotou os dois gols da equipe. O primeiro, praticamente, sem querer. Aos oito minutos, o meia buscou cruzamento para Cristiano Ronaldo pelo lado esquerdo, mas a bola passou direto pelo atacante e entrou direto. Houve ainda uma dúvida se CR7 havia resvalado de cabeça na bola, mas o gol foi confirmado para Bruno.
Já o segundo gol aconteceu já no fim da partida para concretizar a vitória. Após revisão com o VAR, o árbitro assinalou pênalti de Giménez em toque de mão, após lindro drible de Bruno Fernandes dentro da área uruguaia. O próprio meia foi para a cobrança e ampliou o marcador com muita categoria.
A derrota dificultou demais a vida do Uruguai no Grupo H. Com o resultado, a Celeste terminou a 2ª rodada na lanterna, com apenas um ponto conquistado. Para se classificar, a equipe precisa vencer Gana e torcer por vitória portuguesa ou empate no outro jogo do grupo. Caso a Coreia do Sul vença, os uruguaios precisam bater os ganeses por três gols ou mais de diferença.
Os primeiros 45 minutos de Portugal e Uruguai foram de bastante movimentação e chances para os dois lados. Com futebol mais propositivo, os portugueses tiveram mais a posse da bola e arriscaram bastante de fora da área, principalmente com Cristiano Ronaldo e João Félix. A Celeste, por sua vez, buscava o contra-ataque a todo tempo e teve a principal chance do jogo, com Bentancur, aos 31 minutos. O meia fez linda jogada individual e saiu cara a cara com Diogo Costa, que fez grande defesa. Mas terminou assim: 0 a 0 no placar.
A etapa final reservou gols, bola na trave e chances perdidas. Portugal abriu o placar logo aos 8 minutos, com cruzamento de Bruno Fernandes, que acabou passando por Cristiano Ronaldo e morrendo diretamente no fundo das redes uruguaia. Depois do gol, o Uruguai se lançou a ataque e teve boas oportunidades para empatar o confronto. A principal chance aconteceu aos 29 minutos, com Maxi Gómez. O atacante havia saído do banco de reserva há pouco tempo e arriscou belo chute de fora da área. A bola bateu na trave e assustou o goleiro Diogo Costa.
Luis Suárez e Arrascaeta também tiveram boas chances dentro da área, mas não conseguiram marcar. Aos 44 minutos, porém, o juiz assinalou pênalti de Giménez por toque na mão, após consulta do VAR, e Bruno Fernandes ampliou. Fim de jogo, com vitória de Portugal por 2 a 0.
O jogo entre Portugal e Uruguai foi interrompido após uma invasão no gramado. Um torcedor portando uma bandeira com as cores do arco-íris, de tema LGBTQIAP+, entrou no campo aos cinco minutos do segundo tempo. Além da bandeira, o espectador também usava uma camisa pedindo respeito às mulheres iranianas nas costas e com a inscrição “Salve a Ucrânia” na frente. Ele foi derrubado e retirado por dois seguranças do estádio Lusail.
Ao iniciar o duelo contra o Uruguai, nesta segunda-feira, o zagueiro Pepe se tornou o terceiro jogador de linha mais velho a entrar em campo num jogo de Copa do Mundo. O brasileiro naturalizado português tem 39 anos e 275 dias. Ele só fica atrás de Roger Milla, de Camarões, com 42 anos e 39 dias, e do canadense Atiba Hutchinson, com 39 anos e 292 dias – também nesta edição do Catar.

Sobre autor

Nossa Radio USA - News

Nossa Radio USA - News

Add Comentário

Click here to post a comment

EnglishPortuguese