Flórida América Destaques

Bolsonaro participa de inauguração de vice-consulado em Orlando na Flórida

O presidente do Brasil Jair Bolsonaro (PL), participou neste sábado (11) da inauguração do vice-consulado do Brasil em Orlando, no estado da Flórida.

Além de Bolsonaro, participaram da cerimônia o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e os ministros das Relações Exteriores, Carlos França, e da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres.

Orlando é o último destino de Bolsonaro nesta viagem aos Estados Unidos. O presidente esteve em Los Angeles, onde participou da Cúpula das Américas e se reuniu com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden.

Durante a cerimônia, no momento em que se dirigia ao microfone para falar, Bolsonaro se desequilibrou e precisou se apoiar no ministro Carlos França.

Durante o discurso, o presidente ressaltou a importância do local para atendimento aos brasileiros que moram em Orlando. Segundo Bolsonaro, o vice-consulado deve receber urnas para as eleições de outubro.

Bolsonaro também afirmou que pediu ao ministro Carlos França que reforce o efetivo do Ministério das Relações Exteriores que atende os brasileiros na Flórida.

“Aqui é um retrato da grande parte sadia do povo brasileiro que busca oportunidades, que não conseguem em seu país, ou acompanham parentes”, disse o presidente.

Ainda em Orlando, o presidente participou de um evento com a comunidade brasileira da Igreja Evangélica Lagoinha. Bolsonaro disse aos fiéis que “em muitos países, está acontecendo uma luta do bem contra o mal”.

O presidente repetiu grande parte de seu discurso político de que é contra o aborto e a legalização de drogas, e favorável ao armamento da população.

Na saída da igreja, Bolsonaro participou de um passeio de motocicleta pelas ruas de Orlando.

Diferentemente do que já fez em outras ocasiões no Brasil, o presidente utilizou capacete durante o trajeto de motocicleta.

Pela manhã, Bolsonaro falou com jornalistas. Ele voltou a comentar as buscas pelo jornalista britânico Dom Phillips e pelo indigenista brasileiro Bruno Pereira, que desapareceram na Amazônia.

“Os dois desparecidos, bastante avançadas as investigações, muitos indícios talvez conduzam para o que aconteceu com o cidadão do Reino Unido e com o do Brasil”, disse Bolsonaro.

Sobre autor

Avatar

Nossa Radio USA - News

Add Comentário

Click here to post a comment