Massachusetts

Bispo é acusado de abusar de criança em Lynn após 30 anos da ocorrência

John Doe nº 12, um ex-paroquiano de uma igreja em Lynn, entrou com uma ação alegando que foi abusado sexualmente quando criança, há mais de 30 anos, por um padre católico romano que agora é bispo auxiliar na Arquidiocese de Detroit.

O homem relata que foi agredido sexualmente cerca de 25 vezes, na paróquia de Santa Maria do Sagrado Coração, nos anos de 1989 e 1990, por Paul Fitzpatrick Russell, segundo dados do processo aberto na segunda-feira (1) em Boston.

Arquidiocese de Detroit disse em um comunicado que Russell negou as acusações. “Ap. Russell está chocado e entristecido pelas alegações que foram feitas. Ele afirma que as alegações são totalmente sem mérito e que sua consciência está perfeitamente limpa”.

Por conta das acusações, Russell foi colocado em um dever ministerial “limitado”, e o arcebispo de Detroit Allen Vigneron prometeu “cooperação completa” com o caso.

O processo também nomeia como réus o arcebispo de Boston e o supervisor de Russell em Saint Mary of the Sacred Heart. A Arquidiocese de Boston ainda não se pronunciou sobre as acusações.

Sobre autor

Avatar

Nossa Radio USA - News

Add Comentário

Click here to post a comment