Mundo Animal

Ave considerada extinta há 140 anos é redescoberta na Papua-Nova Guiné

Uma equipe de ornitólogos e conservacionistas obtiveram nova evidência da existência do pombo-faisão-de-nuca-preta (Otidiphaps nobilis insularis), uma espécie de ave endêmica da ilha de Fergusson, na costa leste de Papua-Nova Guiné.

Esta é uma subespécie do pombo-faisão, um grande pombo terrestre que vive nas densas florestas tropicais das ilhas de Papua-Nova Guiné, segundo a Universidade de Cornell, nos EUA. A ave que, havia sido documentada pela primeira e última vez em 1882, foi redescoberta na ilha de Fergusson, uma remota ilha do território localizado no arquipélago D’Entrecasteaux, na parte oriental do Estado oceânico.

O pássaro se caracteriza por ter um dorso cor de ferrugem, uma cabeça e corpo pretos e uma cauda que balança como a de um faisão. Para detectar o animal, foram instaladas 12 câmeras ocultas no lado ocidental da montanha Kilkerran, a mais alta da ilha, além de oito câmeras adicionais em lugares descritos pelos caçadores.

A dois dias do fim da expedição, uma câmera instalada em um cume arborizado de 1.000 metros de altura, capturou um vídeo da espécie caminhando e abanando sua cauda.

Sobre autor

Nossa Radio USA - News

Nossa Radio USA - News

Add Comentário

Click here to post a comment