Flórida Notícias

Aumenta o número de coiotes vistos em áreas urbanas da Flórida

De Deerfield Beach a Lighthouse Point e mais a oeste em Pompano Beach, mais e mais coiotes foram vistos perambulando pelos bairros do sul da Flórida nas últimas semanas. Também em outras regiões do estado, moradores relatam avistamentos de coiotes circulando perto de condomínios e residências.

Os coiotes são encontrados em todo o estado e foram documentados em todos os 67 condados. Não há um número preciso contabilizado no estado e eles são comuns em paisagens rurais, suburbanas e até mesmo urbanas.

Incidentes de coiotes ferindo humanos são extremamente raros. Eles são mais um risco para animais de estimação e gado do que para os seres humanos, segundo a Florida Fish and Wildlife Conservation Commission (FWC).

Assim como os ursos e outros animais selvagens, a proximidade nas áreas metropolitanas se deve por encontrar comida de fácil acesso, como em lixos residenciais abertos, por exemplo. Além de animais de estimação menores, como gatos e cachorros, que podem acabar sendo presas fáceis para eles.

“Eles são animais incrivelmente adaptáveis”, disse Ron Magill, do Zoo Miami, ao canal WSVN. “Eles estão aqui no sul da Flórida e seus números estão aumentando. Eles se adaptam a um ambiente. Nas áreas metropolitanas, se encontram roedores, comida ou lixo, por exemplo. Esses são lugares que podem atrair esses animais”, completa.

No sul da Flórida, em Lighthouse Point um foi visto na semana passada caminhando pelo quintal de uma casa. As câmeras de vigilância capturaram o animal bem próximo. “Este não é um bairro rural”, disse o dono da residência.

Outros predadores foram capturados correndo pelos gramados da frente no bairro de Cove, em Deerfield. Na semana passada, um foi visto em um estacionamento perto do Palm Aire Golf Course, em Pompano Beach.

Em junho, um casal de coiotes foi visto caminhando ao longo de um canal de Margate e, em 2020, um filhote de cachorro foi arrebatado por um bando próximo ao local.

No extremo nordeste da Flórida, perto de casas no norte do condado de St. Johns, alguns foram vistos nas últimas semanas, segundo moradores. Fotos tiradas há algumas semanas também mostram coiotes na casa não muito longe da Fruit Cove Middle School. Uma mulher disse ao News4JAX que acredita que o cachorro de sua família foi morto por um coiote em seu quintal no mês passado.

Segundo a Florida Fish and Wildlife Conservation Commission (FWC), os coiotes são membros importantes do ecossistema e vivem em toda a Flórida, mas podem ser perigosos, especialmente quando se trata de pequenos animais de estimação. Por isso, ela pede que os moradores tomem sempre cuidado quando estiverem fora de casa com seus pets.

– Mantenha os gatos e outros animais de estimação dentro de casa, principalmente na parte da noite;

– Caminhe com os cães com uma coleira curta, tenha cuidado ao passear com animais de estimação em áreas arborizadas ou perto de folhagem densa onde os coiotes podem se esconder ou descansar;

– Se os animais de estimação forem mantidos em uma área cercada no quintal, a cerca deve ser alta o suficiente (cerca de 6 pés) para impedir que coiotes e outros animais selvagens pulem;

– Tampe o lixo, alimente animais de estimação dentro de casa, limpe grelhas e pegue qualquer fruta caída ou semente de pássaro do quintal que pode ser atrativo para um coiote com fome;

– Nunca alimente coiotes ou outros animais selvagens;

– Feche todos os espaços vazios em torno da casa, como buracos nas paredes, varandas e galpões para evitar que coiotes e outros animais selvagens descansem ou façam tocas;

– Incentive seus vizinhos a fazerem o mesmo. Coiotes e outros animais selvagens que associam lugares onde as pessoas vivem como um lugar fácil de encontrar comida podem gradualmente perder seu medo natural dos humanos;

Se um coiote se aproximar ou estiver próximo, faça barulho e agite os braços ou jogue água para afugentá-lo.

Sobre autor

Nossa Radio USA - News

Nossa Radio USA - News

Add Comentário

Click here to post a comment

EnglishPortuguese