Mundo Animal

Alimentação desbalanceada pode prejudicar a saúde do pet

Os animais de estimação, tradicionalmente, consomem rações, mas muitos donos têm optado por preparar pratos com grãos, carnes e legumes, a chamada “comida natural”. As razões podem ser diversas, mas independentemente da modalidade alimentar escolhida, é importante a orientação de um profissional para evitar uma alimentação desbalanceada e problemas de saúde para os pets.

Uma alimentação desbalanceada pode gerar no cães, por exemplo, até quadros de hiperparatireoidismo. A doença que é caracterizada pelo desequilíbrio de dois minerais: o cálcio e o fósforo e  causa fraqueza, fragilidade nos ossos e até lesões renais. Por isso, toda alteração na alimentação de seu bicinho de estimação deve ser regulada por um especialista.

A formulação de uma dieta, seja ela convencional ou caseira, deve ser realizada por um médico veterinário habilitado. A especialista Luciana Domingues, de Sorocaba, tem formação na área de nutrição de cães e gatos e explica que é comum os tutores cometerem equívocos na oferta da alimentação natural por falta de orientação especializada.

Segundo ela, na maior parte das vezes, os tutores acabam adicionando alimentos às rações para agradar o ‘pet’ e porque acreditam que somente a ração cause uma monotonia aos animais, o que é perigoso, pois acabam fazendo receitas sem seguir orientações.

Com orientação profissional, tanto a alimentação com ração quanto a natural são seguras e ambas as modalidades alimentares têm vantagens e desvantagens.

Caso a alimentação não seja elaborada e acompanhada por um especialista, o desbalanceamento dos componentes pode trazer inúmeros prejuízos aos animais. Entre eles: desmineralização óssea, alteração na imunidade, problemas dermatológicos e problemas gastrointestinais.

De acordo com os veterinários, cada fase da vida dos pets requer demandas nutricionais específicas. Os filhotes e as fêmeas, em reprodução, possuem mais necessidades de diversos nutrientes, como proteínas, gorduras, minerais como cálcio e fósforo, e vitaminas que os adultos. Animais doentes, também, podem requerer o aumento ou redução de alguns nutrientes, de acordo com sua patologia.

Durante uma consulta com um especialista, além do exame físico do animal, são coletadas informações referentes ao histórico alimentar do ‘pet’ e sobre a presença de doenças. Exames complementares podem ser solicitados. Com tudo isso em mãos, é elaborada a dieta do ‘pet’ e a forma correta de uso.

Vantagens da alimentação natural
Qualidade dos ingredientes usados, melhor sabor e digestibilidade, maior facilidade em se adequar às necessidades de cada animal e o não uso de aditivos como conservantes e corantes.

Desvantagens da alimentação natural
Maior custo e menos praticidade, além de exigir organização do cardápio por parte do dono.

 

About the author

Avatar

Nossa Radio USA - News

Add Comment

Click here to post a comment