Notícias

Walmart se desculpa por cartaz de promoção de volta às aulas em vitrine de armas.

Publicado: agosto, 2017

Walmart se desculpa por cartaz de promoção de volta às aulas em vitrine de armas.

A rede de supermercados Walmart teve que se desculpar no Twitter ontem após a divulgação de uma foto que mostra o que seria uma promoção de volta às aulas relacionada à venda de armas. Sobre uma vitrine com vários produtos do tipo, um cartaz dizia “ganhe o ano letivo como um herói”.

Após ser muito criticada, a rede respondeu a usuários em sua conta no Twitter que a promoção é “lamentável”, dizendo ainda que está buscando identificar a unidade onde a ela foi veiculada.

O Walmart afirmou ainda que está levando a situação “muito a sério”, já que “a sinalização nunca seria exibida dessa maneira” em suas lojas.

Reclamações que partiram de moradores de MA, afirmavam que esta saída de marketing seria perigosa, pelo alto índice de violência com armas de fogo dentro das escolas.

Fotos

Comentários no Facebook

MAIS LIDAS

abril 21, 2017 às abril 21, 2017 3:38

Incêndio em Leominster no começo desta sexta feira, destrói building.

  Os organizadores da manifestação contra a "liberdade de expressão" em Boston afirmaram que o protesto seria pacífico. Também criticaram a disseminação...

Ler mais
maio 1, 2017 às maio 1, 2017 7:32

Conselho vota por derrubar mais de 100 árvores na cidade se Ashland.

  Os organizadores da manifestação contra a "liberdade de expressão" em Boston afirmaram que o protesto seria pacífico. Também criticaram a disseminação...

Ler mais
julho 24, 2017 às julho 24, 2017 9:51

Mineiro de 21 anos está desaparecido em Nova York.

  Os organizadores da manifestação contra a "liberdade de expressão" em Boston afirmaram que o protesto seria pacífico. Também criticaram a disseminação...

Ler mais
agosto 15, 2017 às agosto 15, 2017 3:30

Manifestantes derrubam estátua que homenageia soldados confederados na Carolina do Norte.

  Os organizadores da manifestação contra a "liberdade de expressão" em Boston afirmaram que o protesto seria pacífico. Também criticaram a disseminação...

Ler mais