Notícias

Proposta orçamentária de Trump corta programas de assistência social e saúde.

Publicado: maio, 2017

Proposta orçamentária de Trump corta programas de assistência social e saúde.

A Casa Branca divulgou hoje a proposta orçamentária do governo Trump para o ano fiscal de 2018 com projeções de 10 anos para gastos para a maior parte das áreas do governo. No total, o plano sugere um corte de US$ 3,6 trilhões e o gasto de US$ 4,1 trilhões. O plano corta significativamente o financiamento dos Estados Unidos para assistência aos norte-americanos de baixa renda e para programas globais de saúde, auxílio alimentar, manutenção da paz, intercâmbios educacionais e culturais e programas de mudança climática.

A proposta de Trump corta o orçamento de dois programas que oferecem seguro de saúde a famílias pobres – o Medicaid e o Children’s Health Insurance – em US$ 616 bilhões em uma década. Também reduz em US$ 191 bilhões o auxílio refeição.

O financiamento norte-americano de programas globais de saúde, incluindo esforços focados em tuberculose, HIV/Aids e malária terão um corte de 24% segundo o orçamento de Trump, para aproximadamente US$ 6,5 bilhões em 2018, de acordo com a proposta.

A proposta orçamentária também inclui um corte de 44% do financiamento de organizações internacionais, mas não diz exatamente o que pode ser cortado, além do “financiamento para organizações que trabalham contra o interesse das políticas externas dos Estados Unidos”. A proposta orçamentária diz que a aliança militar da Otan “continuará a ser totalmente financiada”.

Por outro lado, propõe o aumento de 10% no orçamento destinado atualmente aos militares. A proposta acrescentaria US$ 469 bilhões para os gastos de defesa na próxima década.

Trump ainda quer criar uma licença parental paga por seis semanas para quem tiver ou adotar um filho. O custo do programa foi estimado em entre US$19 bilhões e US$25 bilhões em uma década. Segundo a imprensa americana, a licença é uma luta e influência da primeira-filha e sua assistente Ivanka Trump.

 O plano foi divulgado enquanto Trump está fora do país, em sua primeira viagem ao exterior, que inclui visitas a Arábia Saudita, Israel, Itália e Bruxelas.

A proposta do governo vai passar pelas duas casas do Congresso dos EUA e depois vai a comitês, antes de ser consolidado como o orçamento final. Republicanos que controlam o Congresso dos EUA vão decidir se farão os sensíveis cortes políticos e a proposta em sua forma atual é pouco provável de ser aprovada.

Fotos

Comentários no Facebook

MAIS LIDAS

dezembro 30, 2016 às dezembro 30, 2016 10:17

Virada de ano em Boston

O dono dos Patriots Robert Kraft, teria rejeitado um acordo judicial oferecido por promotores da Flórida que permitiria que ele...

Ler mais
dezembro 27, 2018 às dezembro 27, 2018 3:31

Paralisação do governo só terminará com definição do muro na fronteira, insiste Donald Trump

O dono dos Patriots Robert Kraft, teria rejeitado um acordo judicial oferecido por promotores da Flórida que permitiria que ele...

Ler mais
abril 16, 2018 às abril 16, 2018 3:28

Cúpula das Américas termina com compromisso contra a corrupção, mas sem consenso sobre a Venezuela

O dono dos Patriots Robert Kraft, teria rejeitado um acordo judicial oferecido por promotores da Flórida que permitiria que ele...

Ler mais
julho 22, 2018 às julho 22, 2018 2:33

Queda de avião durante decolagem nos EUA não tem vítimas fatais

O dono dos Patriots Robert Kraft, teria rejeitado um acordo judicial oferecido por promotores da Flórida que permitiria que ele...

Ler mais

Nossa Rádio USA

Newsletter