Notícias

Prefeito de Seattle renuncia após denúncias de abuso sexual.

Publicado: setembro, 2017

Prefeito de Seattle renuncia após denúncias de abuso sexual.

O prefeito da cidade americana de Seattle, Ed Murray, anunciou  a renúncia a seu cargo depois de ser acusado de abusar sexualmente de cinco crianças há décadas.

A renúncia foi efetivada há instantes, informou um comunicado de seu gabinete enviado à AFP.

“Embora as acusações contra mim não sejam verdade, é importante que meus assuntos pessoais não afetem a capacidade do governo da cidade”, disse o prefeito de 62 anos, abertamente homossexual.

“Ficou claro que diante das mais recentes notícias da imprensa é melhor que dê um passo atrás. Ao povo dessa cidade especial e à minha equipe, sinto muito por esta situação tão dolorosa”.

O jornal “The Seattle Times” publicou nesta terça-feira a mais recente das denúncias: um primo de Murray – Joseph Dyer – assegurou que com 13 anos foi forçado pelo prefeito de fazer sexo quando dividiam um quarto em Nova York em meados dos 70.

Fotos

Comentários no Facebook

MAIS LIDAS

agosto 3, 2017 às agosto 3, 2017 9:20

Tom Brady chega aos 40 anos com fome de títulos.

O jornal Rodong Sinmun, da Coreia do Norte, informou que os cidadãos norte-coreanos declararam a "sentença de morte" ao presidente...

Ler mais
setembro 26, 2017 às setembro 26, 2017 3:46

EUA mantêm esforços diplomáticos para lidar com Coreia do Norte, diz secretário de Defesa.

O jornal Rodong Sinmun, da Coreia do Norte, informou que os cidadãos norte-coreanos declararam a "sentença de morte" ao presidente...

Ler mais
outubro 14, 2017 às outubro 14, 2017 11:10

Aumenta para 35 número de vítimas em incêndios na Califórnia.

O jornal Rodong Sinmun, da Coreia do Norte, informou que os cidadãos norte-coreanos declararam a "sentença de morte" ao presidente...

Ler mais
março 5, 2017 às março 5, 2017 11:24

Nova versão do decreto migratório de Trump é esperada para esta segunda-feira.

O jornal Rodong Sinmun, da Coreia do Norte, informou que os cidadãos norte-coreanos declararam a "sentença de morte" ao presidente...

Ler mais