Notícias

Distrito escolar de Broward libera uso de maconha medicinal em escolas

Publicado: agosto, 2018

Distrito escolar de Broward libera uso de maconha medicinal em escolas

Embora a maconha medicinal seja legal na Flórida há mais de um ano, alguns distritos escolares demoraram a desenvolver uma política e o Distrito de Broward aprovou nesta semana a medida.

A nova política permite que os alunos matriculados usem maconha medicinal na escola. O diretor da escola é responsável por atribuir um local para administrar a medicação que só pode ser usada em forma de óleo, comestível ou loção.

Uma das crianças beneficiadas com a medida é Arianna, de seis anos. À primeira vista, ela se parece com qualquer outra criança de seis anos de idade, mas ela convive com um tumor cerebral muito raro desde que era bebê e faz uso constante da maconha medicinal.

Na época do diagnóstico, os médicos deram a Arianna somente dois anos de vida. No entanto, três anos depois do diagnóstico assustador, a menina se sente melhor desde que começou a usar maconha medicinal.

“Desde a primeira gota, tudo mudou”, disse sua mãe Michele Riquelme, que dá à filha o óleo de cannabis três vezes ao dia.

No fim desse mês, Arianna começa a primeira séria na Margate Elementary. Sua mãe estava preocupada sobre se e como sua filha poderia tomar o remédio enquanto estiver na escola. No entanto, uma notícia trouxe alívio, depois que escolas do Condado de Broward adotaram uma nova regra na terça-feira, dia 7. Eu sei que minha filha não é a única”, disse Riquelme.

De acordo com a lei estadual, cada conselho escolar tem a responsabilidade de adotar uma política para garantir o acesso ao medicamento. No entanto, muitas escolas estão preocupadas com a perda de fundos federais porque a maconha medicinal é ilegal no âmbito federal.

Miami-Dade, o maior sistema escolar do estado, não tem uma política em vigor. Eles tratam cada solicitação caso a caso.

“O que importa para mim é que ela viva, e se isso puder ajudá-la a viver e não sofrer, enquanto ela estiver passando por todo esse tratamento, então eu vou ter que fazer isso”, disse Riquelme.

Briga começou há dois anos

A decisão veio dois anos depois que eleitores concordaram em legalizar a maconha medicinal no estado. Na ocasião, pais cujos filhos sofrem de epilepsia pediram para seus filhos usarem a droga enquanto estiverem na escola.

A nova regra permite somente que os pais ou cuidadores administrem a medicação.

O distrito disse que alunos com câncer, epilepsia, HIV, doença de Parkinson ou MS, entre outras doenças, poderão tomar a droga na escola.

Fotos

Comentários no Facebook

MAIS LIDAS

junho 28, 2018 às junho 28, 2018 9:59

Tiroteio em redação de jornal de Maryland deixa cinco mortos

Um caminhão do Departamento de Obras Públicas da cidade de Leominster, tombou no meio de uma rua íngrime, em virtude...

Ler mais
dezembro 28, 2016 às dezembro 28, 2016 5:14

Nando Ribeiro produzindo a nova plástica da rádio para 2017

Um caminhão do Departamento de Obras Públicas da cidade de Leominster, tombou no meio de uma rua íngrime, em virtude...

Ler mais
maio 11, 2018 às maio 11, 2018 4:10

OMS se prepara para o ‘pior’ após novos casos de ebola

Um caminhão do Departamento de Obras Públicas da cidade de Leominster, tombou no meio de uma rua íngrime, em virtude...

Ler mais
junho 10, 2018 às junho 10, 2018 2:03

Trumo diz que qualquer acordo com a Coreia do Norte será ‘no impulso do momento’

Um caminhão do Departamento de Obras Públicas da cidade de Leominster, tombou no meio de uma rua íngrime, em virtude...

Ler mais

Nossa Rádio USA

Newsletter