Notícias

Campanha arrecada US$ 60 mil para mulher que foi demitida após gesto obsceno para Trump.

Publicado: novembro, 2017

Campanha arrecada US$ 60 mil para mulher que foi demitida após gesto obsceno para Trump.

Uma campanha online arrecadou mais de US$ 60 mil em uma semana para Juli Briskman, a mulher que foi demitida após mostrar o dedo médio para a comitiva do presidente Trump em 28 de outubro.

Criada em 6 de novembro e com o objetivo de arrecadar US$ 100 mil, a página no site GoFundMe tinha recebido US$ 60.375 em doações de 2.530 pessoas até a atualização de ontem.

A mensagem no site diz que a mulher é “uma inspiração para todos nós” e que todo o dinheiro será entregue a ela, que ficou desempregada após “exercer seu direito à primeira emenda”.

Briskman, de 50 anos, perdeu seu emprego na empresa Akima LLC, que trabalha para o governo e militares americanos, após postar a foto do gesto em seu perfil no Facebook. Três dias depois, disseram que ela, que trabalha com marketing, tinha que ir embora.

“Eles disseram: ‘nos desvinculamos de você'”, contou Briskman ao site HuffPost. “Basicamente você não pode ter coisas ‘indecentes’ ou ‘obscenas’ nas suas redes sociais.

Fotos

Comentários no Facebook

MAIS LIDAS

dezembro 15, 2017 às dezembro 15, 2017 4:38

Brasileiros são presos pelo FBI acusados de fraude em cartões.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assegurou ontem que "os democratas não querem realmente" solucionar a situação dos jovens...

Ler mais
julho 28, 2017 às julho 28, 2017 11:08

Barco tomba no Cape ferindo várias pessoas.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assegurou ontem que "os democratas não querem realmente" solucionar a situação dos jovens...

Ler mais
outubro 8, 2017 às outubro 8, 2017 1:24

Furacão Nate perdeu força após chegar aos EUA e volta a ser tempestade tropical.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assegurou ontem que "os democratas não querem realmente" solucionar a situação dos jovens...

Ler mais
novembro 22, 2017 às novembro 22, 2017 7:23

Nos EUA, 60% das mulheres sofreram assédio sexual, diz pesquisa.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assegurou ontem que "os democratas não querem realmente" solucionar a situação dos jovens...

Ler mais

Nossa Rádio USA

Newsletter